Fórum Michael Jackson Brasil


 
InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Freestone fala sobre canções raras de Freddie e Michael

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
applehead7
Admin
avatar

Mensagens : 136
Data de inscrição : 09/07/2013
Idade : 18
Localização : Porto Alegre, RS

MensagemAssunto: Freestone fala sobre canções raras de Freddie e Michael   8/24/2013, 22:26


O ex-assistente pessoal e amigo íntimo de Freddie Mercury, Peter Freestone, falou a respeito das canções raras de Freddie e Michael Jackson, em entrevista neste mês para a Rádio Praha (da República Checa). Confira a entrevista:

The Times e Rolling Stone ambos confirmaram que três canções perdidas de Freddie com Michael Jackson gravadas há 30 anos, serão lançadas ainda este ano. Pelo menos uma versão de uma das músicas já é bem conhecida, uma outra, chamada "Victory", não é, e se não me engano nunca foi ouvida. Você já se perguntou a si mesmo, já que você estava lá no momento, se essas músicas nunca iriam ser lançadas?

"Porque elas eram propriedade de Michael, foram gravadas em seu próprio estúdio em sua casa. Eu nunca esperei que elas viessem a ver a luz do dia. Mas eu estou muito feliz que eles vão. Duas das faixas tiveram vários tratamentos feito por fãs ao longo dos anos – State of Shock e There Must Be More To Life Than This, sendo que ambos foram lançados em diferentes formas. Uma no álbum dos Jacksons e uma no dos Queen, mas a terceira, Victory, é algo que nunca foi ouvido antes."

Eu ainda tenho algumas lembranças dela, porque eu estava lá quando ela foi gravada no estúdio. Na verdade, na fita original, e eu não sei se isso ainda existe, eu toquei o que você ouve como o bombo na pista. Só que não é um bumbo: o que você ouve é a porta do banheiro! Eu tinha que ficar lá por cinco minutos batendo a porta do banheiro! Então, sabe, eu acho que vai ser algo para as pessoas desfrutarem, deve ser muito interessante.”

Esperemos que isso fique na pista!

"Espero que sim!" (Risos)

Você acha que o lançamento da terceira música poderá causar sensação?

"Eu realmente espero que sim. Claro que mesmo as outras duas faixas receberão tratamento diferente agora que os Queen estão envolvidos na produção. Tenho certeza que eles vão estar prestando atenção à voz de Freddie e da produção de toda a pista. Eles são perfeccionistas e tudo tem de ser feito corretamente. Mas eu acredito que vai valer a pena a espera."

De onde veio o impulso de trabalharem juntos?

"A primeira vez que eu ouvi sobre isso foi quando Michael veio para um show dos Queen no Forum, em Los Angeles. Eu me lembro dele falando no canto com Freddie e John. Depois Freddie disse: 'Huh! Michael diz que devemos fazer algo juntos, porque ele amou o que ele ouviu!' Porque ele estava ouvindo "Another One Bites the Dust" e amou toda a sensação dela. Então, Freddie disse: 'Ele quer se encontrar para gravar. Ah, mas isso nunca vai acontecer, é só conversa!'. Meses mais tarde, recebeu um telefonema de Michael, porque ele tinha ouvido dizer que Freddie estava em LA e ele convidou-o."

O meu entendimento é que esse encontro não foi o ideal…

(Gargalhada) "Eu sei a que você está se referindo. Bem, Michael, se você se lembra, naquela época, na sua casa em Encino tinha quase um mini-zoológico e seus animais favoritos na época eram as lhamas. Dado que era verão em Los Angeles, Freddie usava uma camisa branca, jeans branco, tênis branco. Depois do passeio a sua camisa e jeans estavam com o fundo marrom respingados de lama e os tênis marrom, porque tínhamos caminhado na lama".

Michael também nos levou ao seu quarto e foi muito engraçado: ele tinha um grande terrário com uma cobra grande dentro. Publicamente, Michael disse que era um grande amigo de uma cobra maravilhosa… não pude deixar de notar que havia cerca de quarenta tijolos mantendo a tampa do terrário fechado, para ter a certeza de que ela não poderia sair!"

As gravações reais: quando é que foram feitas, em dias diferentes?

"Não, isso foi o mesmo dia. Tanto um como outro estavam muito ocupados com gravações e turnês em 1983. Michael queria que Freddie acabasse "State of Shock" porque ele queria para o álbum "Victory" dos Jacksons. Mas Freddie tinha muito pouco tempo e ele não consegui terminá-lo. Então, Michael sugeriu que Mick Jagger poderia cantar a outra parte, e Freddie disse é claro é a sua música, ele não fez objeção. Por razões de tempo, os dois não conseguiram pegar no material de novo."

Como é que a qualidade dos vocais colidem em termos de como os cantores se complementam? Freddie era um cantor de potência…

"Acho que é porque eles são tão diferentes que isso funcionou muito bem. Ambos tinham vozes poderosas, parece quase como uma competição. Você usou a palavra certa com "complemento": as duas vozes funcionam muito bem juntas é como uma conversa".

Agora, as canções estão nas mãos de dois integrantes do Queen, Brian May e Roger Taylor. Segundo May, o Espólio concedeu a ele o acesso às gravações em maio de 2011, e desde então ele tem trabalhado ao lado do colega de banda e do produtor William Orbit. O trio está 'melhorando' a qualidade da gravação e acrescentando solos de guitarra e alguns vocais.

Fonte: Queen Online / MJ Upbeat
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://mjjzone.com
 
Freestone fala sobre canções raras de Freddie e Michael
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» YouTube: Tokio Hotel Fala Sobre a Nova Música "Love Who Loves You Back"
» Taemin fala sobre sua garota ideal
» Choi Yun-Gyeom fala sobre o filho mais novo MinHo
» VIP CALL - Bill fala sobre a música "If I Die Tomorrow" (11/06/2012)
» Jennifer Batten (Guitarrista da Bad,Dangerous e History Tour) fala sobre Michael Jackson

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fórum Michael Jackson Brasil :: Debate :: NOTÍCIAS-
Ir para: